Papai servidor ganha 20 dias de folga

Os Servidores de São Vicente, a partir de agora,  passam a ter direito a 20 dias de licença paternidade assegurados por Lei Municipal.

A determinação está presente no Projeto de Lei nº 245/17, publicado no Jornal Vicentino, no dia 11, que altera a redação do inciso III, do artigo 7º da Lei 2303/89, que dispõe sobre a licença paternidade aos servidores municipais de São Vicente, modificando o prazo de 5 dias para 20 dias úteis.

De acordo com a publicação, o Projeto de Lei,  passa a vigorar, a partir da sua publicação, com a seguinte redação:

 “Art.1º – O inciso III do artigo 7º da lei nº 2303, de 21 de dezembro de 1989, passa a vigorar com a seguinte redação:  III – nascimento de filhos, 20 (vinte) dias úteis”.

Para o vice presidente do SindServSV, Júlio Cézar Franco, o direito adquirido é mais uma conquista para a categoria.  “É uma conquista importante, diante de tantos desafios que a categoria tem pela frente, o aumento da Licença Paternidade permitirá que os futuros papais auxiliem com mais tempo suas esposas que e aproveitem melhor esse momento, não tem preço!”, enfatiza Júlio.